O melhor tempero

Notícias Posts

Viajar a Roma é ainda o tema que me vem ao coração essa semana.

Hoje acabamos as aulas e visitas do dia, e como sempre tem sido por aqui, a turma se reúne para conversar em torno da távola.

Os encontros humanos sempre me encantam. Claro que Roma tem um charme a mais que não dá para explicar, o Tibre e suas pontes são colírio até para os olhos menos sensíveis. Claro que qualquer conversa embalada por um Chianti se torna uma boa conversa. Claro que prosciutto de parma e mussarela de búfala acariciam as palavras. Mas não tem jeito: o que dá o toque especial é o encontro humano.

Um que fala mais, outro que pede mais uma garrafa, aquele que agrega e aquele 'nonsense'. Mas o que faz a comida ficar boa não seria justamente o tempero? O que enriquece as experiências é justamente a mistura de tantas personalidades e histórias e jeitos diversos de ser e perceber, tudo junto e misturado.

Muitos me perguntam sobre o que eu escrevo. Eu não canso de responder: sobre temas humanos. É isso! É o movimento humano que faz meus olhos brilharem, são as relações entre todos nós que me inspiram de forma tão singular.

É por isso que não me vejo escrevendo um romance. Contar uma fábula me parece coisa das mais sem graça! Contar o que não foi, não é, nem será?

A vida sim, essa é a matéria-prima mais rica e fértil, por isso tem e sempre terá cadeira cativa na ponta da minha pena.

Um comentário em “O melhor tempero”

  1. Sigrid Edwards - 5 de maio de 2015 14:24

    Um dia ainda farei parte dessa mesa rrss

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *