• Nossa Paz
    Essa semana li algo que me fez refletir e divido com vocês a leitura e a reflexão: não permita que o comportamento dos outros tire sua paz. Onde li dizia que eram palavras de Dalai Lama. Pode ser. Mas nem me certifiquei acerca da autoria porque quem quer que tenha dito isso nos legou uma lição. Lição quase impossível de [continue lendo...]
  • Divertida MenteDivertida Mente
    Nessa semana que passou estreou no cinema a nova animação da Pixar: Divertida Mente. O trocadilho do nome revela o tema do filme: trata da mente humana, o que há de mais complexo, de uma forma divertida. O longa chega a ser um épico se considerarmos sua essência psicológica. Não costumamos ver a questão psicológica e seus conflitos ser tema, muito [continue lendo...]
  • Revisão de Vida
    O ano está acabando e tenho sentido necessidade de registrar tudo que foi revisto em minha vida nos últimos tempos. Muita coisa já estava fora do lugar, indefinida, flutuando na minha vida há um tempo, sem eu saber ao certo o que fazer. O que ainda parecia estar no lugar saiu com a doença e morte do meu marido, que [continue lendo...]
  • A casca de noz de HamletA casca de noz de Hamlet
    Essa semana assisti uma palestra de Leandro Karnal, historiador e professor da Unicamp, doutor pela Universidade de São Paulo com publicações sobre História, História da América e História das religiões. Foi-lhe perguntado a respeito da super exposição da vida das pessoas nas redes sociais. Uma pergunta simples, que aparentemente pede uma simples resposta. Mas quando se tem bagagem intelectual, qualquer [continue lendo...]
  • O Tempo de Sálvia
    Outro dia ganhei um livro que fala do tempo. Tema inesgotável porque é com ele que nos deparamos todos os dias. É nele que tecemos a teia de nossas alegrias e também de nossas amarguras e marcas. É nele que construímos nossa história. O que deixamos pra trás ou acabou ficando por lá, os sentimentos do agora, as projeções e [continue lendo...]
  • Fama Não é ProfissãoFama Não é Profissão
    Essas últimas semanas fui surpreendida por um programa de domingo verdadeiramente emocionante: The Voice Kids. O Brasil acompanhou cantores tarimbados virarem sua cadeira e revirarem seus olhos para vozes infantis encantadoras. E a final do programa foi neste domingo, onde as três vozes finalistas cantavam pelo primeiro lugar. Não que isso fosse o mais importante, afinal todos os que passaram pelo programa desidrataram o [continue lendo...]
  • Algemas Rompidas
    Em 27/05/2013 Ás vezes acontece assim: por razões diversas e motivos dos mais variados, a gente se pega em umas situações de sofrimento na vida e não larga mais. Algum gatilho interno dispara e a gente estabelece uma relação de apego com aquilo. Pronto! Fica ali. A situação ás vezes até já passou, ou estabilizou-se, não tem mais jeito, mas [continue lendo...]
  • Sobre Mulheres e PolvosSobre Mulheres e Polvos
    Março traz um dia todo dedicado à mulher. E eu não deixo passar em branco a data. E hoje trago uma crônica publicada em meu segundo livro "Teus olhos de Capitu", que fala desse nosso universo tão intenso e único, cheio de superlativos, dramas e hormônios. Revisei o texto, percebi o tom melancólico do escrito - hoje mais amenizado - revisei, cortei e [continue lendo...]
  • A Pena de morteA Pena de morte
    Eu acompanhei, estarrecida, o caso do fuzilamento dos dois brasileiros, Marco Archer e Rodrigo Gularte, na Indonésia. A pena de morte é algo que me choca pela soberba pretensão de um Estado julgar-se legítimo para punir alguém determinando o fim de sua vida. De onde vem esta superioridade moral para condenar indivíduos à morte? Sem mencionar o estado psíquico do [continue lendo...]
  • Cuidado em ComprimidosCuidado em Comprimidos
    O ser humano nasce frágil e dependente. E suspeito que, embora não pareça, permanece assim até o final. E esta fragilidade humana reclama cuidado. Na infância, os pais por excelência são os provedores dessa necessidade de ser cuidado. Outros podem vir a substituí-los sem problemas, mais importante que o 'quem' é o 'se' esta necessidade é atendida. A infância passa, mas não passa [continue lendo...]