• Algemas Rompidas
    Em 27/05/2013 Ás vezes acontece assim: por razões diversas e motivos dos mais variados, a gente se pega em umas situações de sofrimento na vida e não larga mais. Algum gatilho interno dispara e a gente estabelece uma relação de apego com aquilo. Pronto! Fica ali. A situação ás vezes até já passou, ou estabilizou-se, não tem mais jeito, mas [continue lendo...]
  • SaudadeSaudade
    Tem dias que a gente sente tanta saudade que parece explodir. Saudade que pode ser de muita coisa: de um amor vivido e até mesmo de um não vivido -  porque sentimos saudade também do que poderia ter sido. Pode ser saudade de um momento marcante, do sentimento que no invade após uma grande conquista, de um olhar diferente que [continue lendo...]
  • Aquarela
    A música Aquarela sempre mexeu muito comigo. É de uma abstração enorme. É atemporal. Na melodia, por uma simples aquarela passa o mundo. Seria tão bom se pudéssemos desenhar a vida como o compositor desenha na aquarela o que ele deseja: um sol amarelo, com cinco ou seis retas faz-se um castelo, faz-se o mundo, de uma América a outra [continue lendo...]
  • Nós, Mulheres Modernas
    Hoje tive um dia tão cansativo que ao chegar em casa senti pena de mim mesma. A vida das mulheres ditas modernas é sempre sobrecarregada, então vivemos como se esse peso já fizesse parte da gente. Mas hoje me lembrei de que ele não faz. Eu e todas nós o carregamos porque tem que ser assim. Porque a nós foi [continue lendo...]
  • A Pena de morteA Pena de morte
    Eu acompanhei, estarrecida, o caso do fuzilamento dos dois brasileiros, Marco Archer e Rodrigo Gularte, na Indonésia. A pena de morte é algo que me choca pela soberba pretensão de um Estado julgar-se legítimo para punir alguém determinando o fim de sua vida. De onde vem esta superioridade moral para condenar indivíduos à morte? Sem mencionar o estado psíquico do [continue lendo...]
  • O Oncologista
    Na primeira vez em que fui ao consultório do oncologista que acompanhava meu marido, fiquei um tempo na sala de espera. Estava apenas com minha mãe, pretendia ter uma conversa mais aberta e franca sobre o caso. Ainda atordoada com tudo que havia acontecido em nossas vidas, sentei-me e comecei a observar as várias pessoas que ali estavam, quase todas [continue lendo...]
  • Eu e a PoesiaEu e a Poesia
    Há algum tempo, um amigo – autor amazonense consagrado – perguntou-me se eu escrevia poesia. E eu prontamente respondi que não. Quando pensava em poesia me vinha à mente aqueles versos sonoros, estrofes com métrica. Ele então revelou que a poesia caracteriza-se não tanto pela forma e mais pelo conteúdo. A poesia é a expressão de um sentimento intenso, e poderia ser escrita, [continue lendo...]
  • O vento lá foraO vento lá fora
    Recentemente soube de uma produção que uniu dois grandes nomes do país – Maria Bethânia e Cleonice Berardinelli –, a primeira um ícone da música brasileira, a segunda, imortal da Academia Brasileira de Letras. As artistas realizaram a leitura entusiasmada das obras do poeta Fernando Pessoa. “O vento lá fora” constitui-se pela costura dos poemas com conversas sobre a obra [continue lendo...]
  • Nossa Paz
    Essa semana li algo que me fez refletir e divido com vocês a leitura e a reflexão: não permita que o comportamento dos outros tire sua paz. Onde li dizia que eram palavras de Dalai Lama. Pode ser. Mas nem me certifiquei acerca da autoria porque quem quer que tenha dito isso nos legou uma lição. Lição quase impossível de [continue lendo...]
  • Dia da Poesia
    Buscando por temas interessantes, qual não foi minha surpresa ao descobrir que em março, 14, comemora-se o Dia Nacional da Poesia. A data foi escolhida por ser o dia do nascimento de Castro Alves, um dos maiores poetas brasileiros. Certa vez, li uma pequena biografia sobre o jovem escritor e fiquei impressionada com sua morte prematura aos 24 anos. Seu [continue lendo...]