• AmizadeAmizade
    É muito triste, ao longo da vida, constatar como as pessoas deixam de se comprometer com a palavra do bem, que constrói e edifica, para fazer aliança com a palavra do mal, que destrói e distancia. Todo mundo já viveu isso. Palavras e opiniões chegando aos ouvidos de pessoas queridas de forma distorcida. E nem sempre temos a oportunidade ou [continue lendo...]
  • Nossa Paz
    Essa semana li algo que me fez refletir e divido com vocês a leitura e a reflexão: não permita que o comportamento dos outros tire sua paz. Onde li dizia que eram palavras de Dalai Lama. Pode ser. Mas nem me certifiquei acerca da autoria porque quem quer que tenha dito isso nos legou uma lição. Lição quase impossível de [continue lendo...]
  • So Close No Matter How Far
    Ouvi essa música essa semana e até hoje ela ressoa em meus ouvidos. Aliás, como nunca ressoou antes. Estar perto definitivamente não é físico e é essa a essência desta música. O quanto alguém pode estar perto de nós, dentro de nós, ainda que de nossa vida tenha partido. O quanto podemos sentí-la de tantas formas, lembrando do cheiro, do [continue lendo...]
  • Paraty e sua festaParaty e sua festa
    No último final de semana, participei da Festa Literária Internacional de Paraty: cinco dias dedicados inteiramente ao mundo literário e suas questões mais atuais, em debates que vão de relatos de guerra, passando por história, oficinas de poesia, gestão púbica em cultura, e chegando até literatura erótica. E isso tudo discutido por profissionais do quilate de Artur Ávila, Arnaldo Antunes, [continue lendo...]
  • Colcha de retalhosColcha de retalhos
    Outro dia percebi que minha vida familiar transformou-se numa colcha de retalhos. No aniversário de meu mais velho, resolvi chamar a família para um jantar íntimo. Mas que família?A dele, respondi à mim mesma. A resposta é simples mas a realidade não acompanha a austeridade da resposta. A primeira família de meu filho é a minha e a de seu [continue lendo...]
  • O Oncologista
    Na primeira vez em que fui ao consultório do oncologista que acompanhava meu marido, fiquei um tempo na sala de espera. Estava apenas com minha mãe, pretendia ter uma conversa mais aberta e franca sobre o caso. Ainda atordoada com tudo que havia acontecido em nossas vidas, sentei-me e comecei a observar as várias pessoas que ali estavam, quase todas [continue lendo...]
  • Saudade
    Tem dias que a gente sente tanta saudade que parece que vai explodir. Saudade que pode ser de tanta coisa: de um amor vivido, ou de um não vivido - sim, porque sentimos saudade também do que poderia ter sido -, saudade de um momento marcante, do sentimento que nos invade depois de uma grande conquista, de um olhar diferente [continue lendo...]
  • Apaixonar-se por si mesmoApaixonar-se por si mesmo
    Esta semana decidi fazer uma indicação de leitura. Muitas vezes termino um livro pensando no bem que poderia fazer às pessoas e logo recomendo e divulgo a leitura. Vivo a ânsia de passar ao outro toda a empolgação trazida por aquelas palavras. Hoje escolhi “Apaixonar-se por si mesmo – O valor imprescindível da autoestima”, de Walter Riso, porque sou encantada [continue lendo...]
  • Nothing Else MattersNothing Else Matters
    Há um tempo iniciei um projeto de escrever sobre músicas que, por meio de sua letra e melodia, expressam sentimentos profundos e intensos. Já escrevi alguns textos mas ainda não terminei porque preciso escolher as músicas, ouvi-las até sorver delas a última gota de emoção, para então escrever. Mas hoje decidi dividir com vocês um dos textos deste projeto, foi escrito há tempos e [continue lendo...]
  • Os Livros e os TapetesOs Livros e os Tapetes
    Em uma viagem conheci a tapeçaria turca. E descobri que tecer tapetes é como escrever livros. Incrível perceber como todos os tipos de arte se parecem, encontram-se em algum ponto. As turcas, ao tecerem, utilizam o nó duplo, o mais trabalhoso dos nós, aquele que gera a trama mais densa. O tempo para tecer um tapete turco é sempre muito [continue lendo...]