• Saudade
    Tem dias que a gente sente tanta saudade que parece que vai explodir. Saudade que pode ser de tanta coisa: de um amor vivido, ou de um não vivido – sim, porque sentimos saudade também do que poderia ter sido -, saudade de um momento marcante, do sentimento que nos invade depois de uma grande conquista, de um olhar diferente [continue lendo...]
  • Eu e a PoesiaEu e a Poesia
    Há algum tempo, um amigo – autor amazonense consagrado – perguntou-me se eu escrevia poesia. E eu prontamente respondi que não. Quando pensava em poesia me vinha à mente aqueles versos sonoros, estrofes com métrica. Ele então revelou que a poesia caracteriza-se não tanto pela forma e mais pelo conteúdo. A poesia é a expressão de um sentimento intenso, e poderia ser escrita, [continue lendo...]
  • Sobrevivi…
    Soube outro dia a respeito do trabalho de Fabrício Carpinejar, poeta e escritor. E bastou ler um parágrafo seu para que eu me apaixonasse por seus escritos. Em uma de suas crônicas, ele menciona que seu pai o chamava de Wolverine porque enxergava nele um alto poder de regeneração interna. Encantava-se com a capacidade que Fabrício tinha de cair e [continue lendo...]
  • O tempo não apagaO tempo não apaga
    Esta semana começa uma nova fase na novela Velho Chico, que eu não perco por nada. E o tema central é um amor que sobrevive à passagem de quase 30 anos. Isso que a novela está propondo pode parecer surreal pra algumas pessoas, mas eu acredito no poder que alguns acontecimentos tem de nos marcar à ferro e fogo. O [continue lendo...]
  • AMOURAMOUR
    Ontem, enfim, assisti o filme Amour, drama francês dirigido por Michael Haneke e ganhador do prêmio Palma de Ouro 2012. O diretor é conhecido por seu estilo direto e cruel. Eu não precisaria ter lido as críticas para perceber que sobre Haneke, não paira uma gota de sentimentalismo. O filme retrata a vida de um casal na velhice. O longa [continue lendo...]
  • Bloqueio de EscritorBloqueio de Escritor
    Semana passada eu não escrevi. Foi a primeira vez que furei a terça-feira aqui no site. Eu não sei se alguém percebeu. Espero que não. Espero que sim. Na verdade, escrever periodicamente sempre foi um anseio. É interessante escrever quando o sentimento invade e a inspiração é involuntária. Mas exercitar a disciplina de sentar e escrever mesmo quando não estamos a ver estrelas [continue lendo...]
  • AnonimatoAnonimato
    Fascina-me a ideia da solidão. Sensação de liberdade e soltura, sem amarras. Na distância, o único laço que permanece é com Deus, porque Ele em mim habita. Quando só estou, nada pode afetar o silêncio que existe em mim. Observo o movimento das pessoas, a rua de pedras, estreita, roseiras pendendo a formar um arco-íris de flores, coisa de cidade [continue lendo...]
  • Ouro e areiaOuro e areia
    Uma vez um amigo me disse que as pessoas andam por aí como se fossem sacos pretos com um quilo de areia ou de ouro. Como o conteúdo está dentro do saco preto, à primeira vista não sabemos o que há lá dentro. Aparentemente, todos valemos a mesma coisa: um quilo. Levar um ou outro para casa e para a [continue lendo...]
  • Fama Não é ProfissãoFama Não é Profissão
    Essas últimas semanas fui surpreendida por um programa de domingo verdadeiramente emocionante: The Voice Kids. O Brasil acompanhou cantores tarimbados virarem sua cadeira e revirarem seus olhos para vozes infantis encantadoras. E a final do programa foi neste domingo, onde as três vozes finalistas cantavam pelo primeiro lugar. Não que isso fosse o mais importante, afinal todos os que passaram pelo programa desidrataram o [continue lendo...]
  • A mala e o desapegoA mala e o desapego
    Ano passado decidi fazer um curso de Direito Comparado na Itália. E após toda organização necessária para minha casa seguir por duas semanas sem mim, chegou o dia de arrumar a mala. Eu odeio fazer as malas. E claro que adio isso o quanto posso. Procrastino até não poder mais. Não sei porque  esse ato passou a mexer tanto comigo. [continue lendo...]