• O Cemitério e Eu
    Dia de Finados. Ir ao cemitério desperta-me a vontade de refletir. É chegar lá e meu pensamento começa a voar. Já sou nostálgica por natureza, mas nessas horas piora. Na minha família, sempre tivemos o hábito de prestar culto aos mortos, participando dos rituais fúnebres quando algum familiar falece. Visita ao cemitério era obrigatória no Dia dos Finados. Quando meu [continue lendo...]
  • Mudança: Jazidos e BerçosMudança: Jazidos e Berços
    Essa semana, depois de 12 anos aqui, mudança à vista. As mudanças de casa na minha vida sempre foram dramáticas. Nunca foi apenas o ato de mudar de casa, sempre acontecia em meio à algo muito importante deixado pra trás e algo não menos significativo me esperando na próxima esquina. Da primeira vez sai de casa por conta de minha gravidez. Meu pai, machista [continue lendo...]
  • O beijo gayO beijo gay
    Acompanhei a polêmica sobre o beijo gay da novela Babilônia. Em princípio, não pensei em escrever sobre o assunto porque já havia abordado a homossexualidade na semana passada. Mas quando vi que o tal beijo tinha virado polêmica - não posso ver uma polêmica -, suscitando até boicote, voltei atrás e decidi escrever. Primeiro gostaria de ressaltar que não sou [continue lendo...]
  • Nós, Mulheres Modernas
    Hoje tive um dia tão cansativo que ao chegar em casa senti pena de mim mesma. A vida das mulheres ditas modernas é sempre sobrecarregada, então vivemos como se esse peso já fizesse parte da gente. Mas hoje me lembrei de que ele não faz. Eu e todas nós o carregamos porque tem que ser assim. Porque a nós foi [continue lendo...]
  • O terremoto no NepalO terremoto no Nepal
    No último dia 25 de abril, o pior terremoto do Nepal desde 1934 estremeceu o país deixando milhões de mortos e feridos. Testemunhas disseram às agências de notícias que o terremoto durou em média um minuto e meio. A devastação não está confinada a algumas áreas do Nepal, há relatos de danos generalizados. Os jornais do mundo todo dão notícia [continue lendo...]
  • AmizadeAmizade
    É muito triste, ao longo da vida, constatar como as pessoas deixam de se comprometer com a palavra do bem, que constrói e edifica, para fazer aliança com a palavra do mal, que destrói e distancia. Todo mundo já viveu isso. Palavras e opiniões chegando aos ouvidos de pessoas queridas de forma distorcida. E nem sempre temos a oportunidade ou [continue lendo...]
  • Sobre meu irmãoSobre meu irmão
    Hoje parece que chorei de novo sua morte, meu irmão. Não foi apenas um choro por ter-me lembrado de sua partida, mas um sentimento diferente, como se hoje tivesse recebido a notícia, como se hoje fosse 21 de setembro de 1991. Não sei dizer por que isso aconteceu depois de tantos anos. Há muito tempo, essa era a data que lembrava o fato [continue lendo...]
  • Eu VolteiEu Voltei
    Após três meses de férias, eis que volto a desafiar-me nas escritas semanais. Houve quem dissesse que as pessoas perderiam o hábito de acessar o blog após um período sem posts. Mas o que seria de mim se me negasse o direito de parar? Como seguir sem avaliar os ganhos, perceber os erros e rever desafios? É preciso redimensionar a vida a cada [continue lendo...]
  • AMOURAMOUR
    Ontem, enfim, assisti o filme Amour, drama francês dirigido por Michael Haneke e ganhador do prêmio Palma de Ouro 2012. O diretor é conhecido por seu estilo direto e cruel. Eu não precisaria ter lido as críticas para perceber que sobre Haneke, não paira uma gota de sentimentalismo. O filme retrata a vida de um casal na velhice. O longa [continue lendo...]
  • O gay que salvou o mundoO gay que salvou o mundo
    Um de meus hobbies preferidos é cinema. E recentemente, como de costume, comecei a assistir os filmes indicados ao Oscar 2015. Um deles, O Jogo da Imitação (The Imitation Game), considero imperdível. O filme conta a história de Alan Mathison Turing, um certo matemático e cientista britânico, do qual jamais havia ouvido falar. Eu não sei como alguém de tal [continue lendo...]