• Divertida MenteDivertida Mente
    Nessa semana que passou estreou no cinema a nova animação da Pixar: Divertida Mente. O trocadilho do nome revela o tema do filme: trata da mente humana, o que há de mais complexo, de uma forma divertida. O longa chega a ser um épico se considerarmos sua essência psicológica. Não costumamos ver a questão psicológica e seus conflitos ser tema, muito [continue lendo...]
  • O Tempo de Sálvia
    Outro dia ganhei um livro que fala do tempo. Tema inesgotável porque é com ele que nos deparamos todos os dias. É nele que tecemos a teia de nossas alegrias e também de nossas amarguras e marcas. É nele que construímos nossa história. O que deixamos pra trás ou acabou ficando por lá, os sentimentos do agora, as projeções e [continue lendo...]
  • Girassóis na janelaGirassóis na janela
    É engraçado como as coisas sofisticadas não tem a beleza das simples. A sofisticação tem seu brilho, mas jamais vencerá o vento soprando no rosto num fim de tarde deitado na relva. O cheiro de mato, a simplicidade de pés descalços, o café de coador ou o pão assando jamais perderão seu título de nobreza. Deitar na rede e ler um [continue lendo...]
  • AmizadeAmizade
    É muito triste, ao longo da vida, constatar como as pessoas deixam de se comprometer com a palavra do bem, que constrói e edifica, para fazer aliança com a palavra do mal, que destrói e distancia. Todo mundo já viveu isso. Palavras e opiniões chegando aos ouvidos de pessoas queridas de forma distorcida. E nem sempre temos a oportunidade ou [continue lendo...]
  • Amazônia Onírica – Espaço de ArteAmazônia Onírica – Espaço de Arte
    Há tempos venho querendo fazer um curso básico de pintura em tela que pudesse me apresentar aos conceitos e técnicas básicas desta arte, mas infelizmente as opções aqui em Manaus sempre foram bem escassas. Na semana passada descobri uma iniciativa que merece aplausos de pé: o artista visual Nelson Falcão está ministrando cursos de história da arte, desenho e pintura [continue lendo...]
  • Paraty e sua festaParaty e sua festa
    No último final de semana, participei da Festa Literária Internacional de Paraty: cinco dias dedicados inteiramente ao mundo literário e suas questões mais atuais, em debates que vão de relatos de guerra, passando por história, oficinas de poesia, gestão púbica em cultura, e chegando até literatura erótica. E isso tudo discutido por profissionais do quilate de Artur Ávila, Arnaldo Antunes, [continue lendo...]
  • O Cemitério e Eu
    Dia de Finados. Ir ao cemitério desperta-me a vontade de refletir. É chegar lá e meu pensamento começa a voar. Já sou nostálgica por natureza, mas nessas horas piora. Na minha família, sempre tivemos o hábito de prestar culto aos mortos, participando dos rituais fúnebres quando algum familiar falece. Visita ao cemitério era obrigatória no Dia dos Finados. Quando meu [continue lendo...]
  • O Livro de Sálvia
    Por esses acasos da vida conheci os originais do livro de Sálvia Haddad, Mel e Fel – Retalhos de Vida. Posso dizer que o li de uma só vez, pela surpresa de ter descoberto naquele momento uma nova escritora e pela alegria de estar frente a um texto escrito com elegância, correção gramatical e profundidade psicológica e humana. Não obstante [continue lendo...]
  • A Ilha de Todos NósA Ilha de Todos Nós
    Um dia, conversava com um amigo recém-separado e, portanto, vivendo um turbilhão de emoções, e ele, em outras palavras, confessou não saber mais quem ele era. Compreendi o que quis dizer aquela frase tão significativa. A gente quando casa geralmente implementa ajustes para que a vida a dois funcione. E nesse movimento, as vezes acontece de alguém ir abrindo mão [continue lendo...]
  • Ouro e areiaOuro e areia
    Uma vez um amigo me disse que as pessoas andam por aí como se fossem sacos pretos com um quilo de areia ou de ouro. Como o conteúdo está dentro do saco preto, à primeira vista não sabemos o que há lá dentro. Aparentemente, todos valemos a mesma coisa: um quilo. Levar um ou outro para casa e para a [continue lendo...]