• Fama Não é ProfissãoFama Não é Profissão
    Essas últimas semanas fui surpreendida por um programa de domingo verdadeiramente emocionante: The Voice Kids. O Brasil acompanhou cantores tarimbados virarem sua cadeira e revirarem seus olhos para vozes infantis encantadoras. E a final do programa foi neste domingo, onde as três vozes finalistas cantavam pelo primeiro lugar. Não que isso fosse o mais importante, afinal todos os que passaram pelo programa desidrataram o [continue lendo...]
  • A ilha
    Um dia, conversava com alguém recém-separado e percebi que vivia aquele inevitável turbilhão de emoções causado pela brusca e doída mudança em toda a dinâmica da sua vida. Logo depois da conversa, me peguei pensando no quanto precisamos implementar  ajustes quando optamos por uma vida a dois. Então, vamos devagar renunciando aqui e acolá na tentativa de ser um nós [continue lendo...]
  • Elas por elasElas por elas
    Na semana que passou reencontrei minha turma de escola. Por um aplicativo desses da vida, num passe de mágica, estávamos todas ali outra vez. Uma lembrava de outra e mais outra e o grupo crescia em número e recordações. E seguiram-se fotos, contaram-se casos, recordamos as que se foram, lembramos a marca registrada de cada uma, que por incrível que [continue lendo...]
  • Juntos e misturadosJuntos e misturados
    Se você ainda não viu "Juntos e Misturados", precisa ver! Um filme que, pretendendo ser apenas uma comédia romântica, nem percebe que vai além. Numa estória permeada pelo humor, fala de ausências muito sentidas; com leveza, fala de relações desfeitas e corações despedaçados; na descontração, diz de espaços que podem ser preenchidos novamente. Pretendendo ser superficial, erra: é profundo. Desejando [continue lendo...]
  • Nossa Paz
    Essa semana li algo que me fez refletir e divido com vocês a leitura e a reflexão: não permita que o comportamento dos outros tire sua paz. Onde li dizia que eram palavras de Dalai Lama. Pode ser. Mas nem me certifiquei acerca da autoria porque quem quer que tenha dito isso nos legou uma lição. Lição quase impossível de [continue lendo...]
  • O copiloto deprimidoO copiloto deprimido
              Essa semana foi impossível não acompanhar o caso do copiloto Andreas Lubitz, que provocou a queda do airbus da Germanwings nos Alpes franceses, matando 150 pessoas. A tragédia chamou a atenção do mundo para a questão da avaliação psicológica de pilotos. Em algumas reportagens, ouvi um deles afirmar que nas entrevistas periódicas lhes era perguntado [continue lendo...]
  • A Mensagem de Isabela
    Querida amiga Sálvia, Das muitas lembranças que guardo da nossa amizade, que já é balzaquiana, tenho muito nítido na memória o senso de liderança e independência que parecem ter nascido com você. Desde muito cedo você comandava... Ontem, as brincadeiras. Hoje, sua vida e as de seus filhos. Ser assim tem um preco, mas o que não tem nessa vida? [continue lendo...]
  • A Ilha de Todos NósA Ilha de Todos Nós
    Um dia, conversava com um amigo recém-separado e, portanto, vivendo um turbilhão de emoções, e ele, em outras palavras, confessou não saber mais quem ele era. Compreendi o que quis dizer aquela frase tão significativa. A gente quando casa geralmente implementa ajustes para que a vida a dois funcione. E nesse movimento, as vezes acontece de alguém ir abrindo mão [continue lendo...]
  • Sobre Mulheres e PolvosSobre Mulheres e Polvos
    Março traz um dia todo dedicado à mulher. E eu não deixo passar em branco a data. E hoje trago uma crônica publicada em meu segundo livro "Teus olhos de Capitu", que fala desse nosso universo tão intenso e único, cheio de superlativos, dramas e hormônios. Revisei o texto, percebi o tom melancólico do escrito - hoje mais amenizado - revisei, cortei e [continue lendo...]
  • Cuidado em ComprimidosCuidado em Comprimidos
    O ser humano nasce frágil e dependente. E suspeito que, embora não pareça, permanece assim até o final. E esta fragilidade humana reclama cuidado. Na infância, os pais por excelência são os provedores dessa necessidade de ser cuidado. Outros podem vir a substituí-los sem problemas, mais importante que o 'quem' é o 'se' esta necessidade é atendida. A infância passa, mas não passa [continue lendo...]