• Juntos e misturadosJuntos e misturados
    Se você ainda não viu "Juntos e Misturados", precisa ver! Um filme que, pretendendo ser apenas uma comédia romântica, nem percebe que vai além. Numa estória permeada pelo humor, fala de ausências muito sentidas; com leveza, fala de relações desfeitas e corações despedaçados; na descontração, diz de espaços que podem ser preenchidos novamente. Pretendendo ser superficial, erra: é profundo. Desejando [continue lendo...]
  • A Flórida de cada umA Flórida de cada um
    Ontem li sobre uma mulher, que aos 64 anos, nadou por 53 horas de Cuba até a Flórida. Ela foi recordista mundial. Sua história deixou-me impressionada e comentando sobre o assunto, alguém perguntou: - E por que ela fez isso? Boa pergunta! Aquilo ficou ressoando na minha mente. Ela por certo tem seus motivos particulares para ter realizado o admirável [continue lendo...]
  • A ilha
    Um dia, conversava com alguém recém-separado e percebi que vivia aquele inevitável turbilhão de emoções causado pela brusca e doída mudança em toda a dinâmica da sua vida. Logo depois da conversa, me peguei pensando no quanto precisamos implementar  ajustes quando optamos por uma vida a dois. Então, vamos devagar renunciando aqui e acolá na tentativa de ser um nós [continue lendo...]
  • Revisão de Vida
    O ano está acabando e tenho sentido necessidade de registrar tudo que foi revisto em minha vida nos últimos tempos. Muita coisa já estava fora do lugar, indefinida, flutuando na minha vida há um tempo, sem eu saber ao certo o que fazer. O que ainda parecia estar no lugar saiu com a doença e morte do meu marido, que [continue lendo...]
  • Sobre meu irmãoSobre meu irmão
    Hoje parece que chorei de novo sua morte, meu irmão. Não foi apenas um choro por ter-me lembrado de sua partida, mas um sentimento diferente, como se hoje tivesse recebido a notícia, como se hoje fosse 21 de setembro de 1991. Não sei dizer por que isso aconteceu depois de tantos anos. Há muito tempo, essa era a data que lembrava o fato [continue lendo...]
  • Ouro e areiaOuro e areia
    Uma vez um amigo me disse que as pessoas andam por aí como se fossem sacos pretos com um quilo de areia ou de ouro. Como o conteúdo está dentro do saco preto, à primeira vista não sabemos o que há lá dentro. Aparentemente, todos valemos a mesma coisa: um quilo. Levar um ou outro para casa e para a [continue lendo...]
  • Dia da Poesia
    Buscando por temas interessantes, qual não foi minha surpresa ao descobrir que em março, 14, comemora-se o Dia Nacional da Poesia. A data foi escolhida por ser o dia do nascimento de Castro Alves, um dos maiores poetas brasileiros. Certa vez, li uma pequena biografia sobre o jovem escritor e fiquei impressionada com sua morte prematura aos 24 anos. Seu [continue lendo...]
  • Colcha de retalhosColcha de retalhos
    Outro dia percebi que minha vida familiar transformou-se numa colcha de retalhos. No aniversário de meu mais velho, resolvi chamar a família para um jantar íntimo. Mas que família?A dele, respondi à mim mesma. A resposta é simples mas a realidade não acompanha a austeridade da resposta. A primeira família de meu filho é a minha e a de seu [continue lendo...]
  • A casca de noz de HamletA casca de noz de Hamlet
    Essa semana assisti uma palestra de Leandro Karnal, historiador e professor da Unicamp, doutor pela Universidade de São Paulo com publicações sobre História, História da América e História das religiões. Foi-lhe perguntado a respeito da super exposição da vida das pessoas nas redes sociais. Uma pergunta simples, que aparentemente pede uma simples resposta. Mas quando se tem bagagem intelectual, qualquer [continue lendo...]
  • AMOURAMOUR
    Ontem, enfim, assisti o filme Amour, drama francês dirigido por Michael Haneke e ganhador do prêmio Palma de Ouro 2012. O diretor é conhecido por seu estilo direto e cruel. Eu não precisaria ter lido as críticas para perceber que sobre Haneke, não paira uma gota de sentimentalismo. O filme retrata a vida de um casal na velhice. O longa [continue lendo...]